terça-feira, 17 de maio de 2011

Volta

Oi, gente!

Depois de muito tempo voltei a acessar meu e-mail e vi que uma (bela) rede de amigas se formou (de novo). Como já disse a elas, fico feliz em saber que há gente lutando por sua cura e por divulgar o vaginismo (sim, ainda sonho que veículos grandes, como revistas, jornais e TV, façam reportagens sobre o tema).

Até lá, seguimos por aqui, trocando experiências, ombros e incentivos.

Beijos a todas. A cura é possível.